domingo, 24 de Outubro de 2010

Observação...

"A observação permite compreender o comportamento das crianças e ajustar a intervenção do Educador aos interesses e necessidades de cada uma, favorecendo assim uma organização pedagógica apoiada na vida das crianças."

Observar porquê e para quê?

- para conhecer o meio onde a criança está inserida;

- para conhecer a realidade e expectativas das famílias;

- para conhecer o desenvolvimento de cada criança em particular e também do grupo;

- para planear adequadamente a acção educativa.


Quem devemos observar?

- a criança;

- o grupo;

- as famílias;

- o meio.


Como observar?

- seleccionar o que pretendemos observar;

- planificar a observação de forma a que todos sejam observados;

- com continuidade, devendo a observação ser o mais objectiva possível;

- observar os resultados mas também os processos, valorizando as diferentes acções e interacções existentes.

sexta-feira, 22 de Outubro de 2010

A importância do lúdico...



BRINCAR...

O desenvolvimento infantil encontra-se particularmente vinculado ao brincar, uma vez que este se apresenta como a linguagem própria da criança. Neste sentido, brincar é fundamental quer para o desenvolvimento cognitivo e motor da criança quer para a sua socialização, pois sendo caracterizado como uma linguagem, o brincar é uma forma de expressão e uma maneira pela qual a criança se relaciona e se apropria do mundo que gira à sua volta.


domingo, 17 de Outubro de 2010

Metodologia do Trabalho de Projecto



O que significa Metodologia de Trabalho de Projecto?
Trata-se de um método de trabalho que implica a participação de todos e de cada membro de um determinado grupo, tendo como objectivo a realização de um trabalho em conjunto, o qual deverá ser decidido, planificado, organizado... de comum acordo. Este trabalho deve ser orientado para a resolução de um problema, procurando perspectivar alternativas ou mesmo intervir para resolver situações concretas.

Metodologia do Trabalho de Projecto caracteriza-se por:
- ser desenvolvida em grupo;
- planificação flexível;
- implicar pesquisa no terreno;
- dinamizar a relação teoria / prática;
- produzir conhecimentos sobre os temas em estudo;
- intervir sobre os problemas identificados.

Metodologia do Trabalho de Projecto, principais características:
- desenvolvimento da integração e construção de saberes interdisciplinares;
- desenvolvimento de competências, saberes sociais, valores e atitudes cívicas (comunicação, trabalho em equipa, gestão de conflitos, tomada de decisões e avaliação de processos);
- mobilização dos alunos e da comunidade na construção social educativa;
- realização de aprendizagens e desenvolvimento de múltiplas capacidades dos intervenientes;
- aprender a resolver problemas, procurando alternativas, respostas, intervindo...

Frágil Vitória do Capitalismo

Ciências da Terra

sábado, 16 de Outubro de 2010

Os quatro pilares da educação de Jacques Delors



Os quatro pilares da Educação, segundo Jacques Delors:

1. Aprender a conhecer:
- prazer de compreender, de conhecer, de descobrir...
- processo inacabado, múltiplo e em constante evolução, pois aprendemos com qualquer experiência (mesmo negativa);
- aprender a aprender, beneficiando das oportunidades oferecidas pela educação ao longo de toda a vida.

2. Aprender a fazer:
- adquirir, além de uma qualificação profissional, competências que tornem a pessoa capaz de enfrentar / resolver diversas situações e capacidade para trabalhar em equipa;
- capacidade para aplicar na prática os conhecimentos teóricos adquiridos.

3. Aprender a viver juntos:
- desenvolvimento da compreensão e descoberta progressiva do outro, assim como a percepção das interdependências;
- realização de projectos comuns e preparação para a gestão de conflitos;
- respeito por valores como: compreensão, paz, tolerância e combate ao conflito, rivalidades, preconceito.

4. Aprender a ser:
- desenvolvimento da personalidade na íntegra, capacidade para agir com autonomia, responsabilidade e discernimento;
- respeito pelas potencialidades e características de cada um.

Estes são os valores a partir dos quais a educação se deve orientar, permanecendo ao longo de toda a vida.

Metas de Aprendizagem


O que se entende por Metas de Aprendizagem?
São o conjunto das aprendizagens que as crianças deverão ter realizado no final da educação pré-escolar, sendo essas aprendizagens consideradas essenciais para o futuro sucesso escolar de cada criança.

Para aceder às Metas de Aprendizagem, publicadas pelo Ministério da Educação, por favor clique aqui

Movimento Escola Moderna Portugal

Movimento da Escola Moderna, este é um dos modelos aos quais o Educador poderá recorrer no desempenho da sua praxis. Este modelo baseia-se, essencialmente, nas teorias de Freinet e Vigotsky assentando numa organização cooperativa. As crianças organizam-se em função dos seus interesses, desenvolvendo projectos e actividades individualmente ou em grupo. Ao educador cabe a função de promover a livre expressão de cada uma num espírito democrático, onde impere a comunicação, a entreajuda e a cooperação.

domingo, 26 de Setembro de 2010

O Milagre de Anne Sullivan



FICHA TÉCNICA:

Título Original- “The Miracle Worker”

Título Traduzido- “O Milagre de Anne Sullivan”

Ano de Lançamento- 1962

País de Origem- EUA

Género- Drama

Director- Arthur Penn

Produção- Fred Coe

Argumento- William Gibson

Elenco- Anne Bancroft; Patty Duke; Victor Jory; Inga Swenson; Andrew Prine; Kathleen Comegys.


DESCRIÇÃO DO CONTEXTO E SITUAÇÕES:

- A história passa-se em 1887, nos Estados Unidos da América, mais concretamente em Alabama;

- Este filme conta a história de uma menina, Helen Keller, que ficou cega e surda após uma doença, quando ainda era bebé;

- Esta menina tinha uma grande dificuldade em se exprimir, em se fazer entender e em comunicar com os outros e com o mundo, tendo-se tornado numa criança agressiva e com a qual era difícil conviver;

- Os seus pais, que sempre sentiram pena dela e nunca a contrariavam, sentiam-se perdidos e impotentes. Como tal, procuraram ajuda. Assim surge Anne Sullivan, uma professora também com dificuldades ao nível da visão;

- Anne Sullivan tinha consciência que educar Helen seria um desafio e que iria ter de vencer muitos obstáculos (resistência por parte de Helen e também interferência constante dos pais) para conseguir concretizar o seu objectivo. Como tal, Anne sugeriu aos pais de Helen que as duas se mudassem para uma outra casa da família. E assim, aos poucos, Anne foi conquistando Helen e conseguiu que a menina interiorizasse algumas regras, que aprendesse a comunicar através de uma linguagem gestual e sobretudo que atribuísse um nome, um significado aos objectos de forma a compreender o mundo que a rodeava.


IDEIAS PRINCIPAIS:

- Helen, criança cega e surda, domina o comportamento dos seus familiares. A família dá-lhe toda a liberdade e, como tal, a criança não adquiriu hábitos nem regras, não aceita ouvir um “não” e reage com violência quando contrariada.

-Relação entre Helen e Anne, a sua professora, extremamente complexa. Helen tem um temperamento forte e agressivo, por sua vez, Anne é determinada e persistente. Como tal, a relação entre ambas não foi fácil, foi uma “luta” constante onde predominou a resistência mas também a persistência.

- Principal objectivo de Anne era explicar a Helen como viver, como entender e compreender o mundo, atribuindo um nome e um significado a tudo o que a rodeia. Anne conseguiu concretizar o seu objectivo graças à sua dedicação, perseverança e empenho ajudando Helen a “descobrir o mundo”.


PERTINÊNCIA PEDAGÓGICA:

- Fundamental a articulação Família / Educador, para que exista uma acção coerente e complementar;

- Inclusão é fundamental, não devemos tentar criar “um mundo à parte” para as crianças com necessidades especiais, pois sentimentos excessivos como pena, superprotecção, não as ajudam, pelo contrário, só as prejudicam.